Ovos de Páscoa.
Que delícia de consumo, com recheios, surpresas,... preços salgados num item tão doce... que pena...
Ovos de Páscoa.
Que delícia de consumo, com recheios, surpresas,... preços salgados num item tão doce... que pena...
Leia Mais
Existem muitas maneiras de faltar com o respeito com as pessoas... e, a meu ver, a ignorância premeditada é uma das mais graves.
Ignorar, se fazer de inocente e carente trinca a paciência da gente!
Existem muitas maneiras de faltar com o respeito com as pessoas... e, a meu ver, a ignorância premeditada é uma das mais graves.
Ignorar, se fazer de inocente e carente trinca a paciência da gente!
Leia Mais


15 de março de 2010.
Já fiz tudo.
Meio do mês mais longo do ano, sem um feriado, sem nada de interessante à frente.
O início (do ano) foi puxado, muito trabalho, a escola acontecendo, as matrículas acontecendo, enfim, um início de ano um tanto agitado, mas agora está tudo mais calmo, tudo em dia, tudo organizado. Não sei ficar sem trabalho, concentro tudo, recebo críticas por isso. Dizem... "deixe que outras pessoas façam o trabalho", mas eu tenho que fazer, é minha natureza, concentro tudo, quero fazer tudo.
Ainda são 9:20 da manhã e já fiz tudo.
Vou arranjar outra coisa pra fazer agora.
Tenha um bom dia.


15 de março de 2010.
Já fiz tudo.
Meio do mês mais longo do ano, sem um feriado, sem nada de interessante à frente.
O início (do ano) foi puxado, muito trabalho, a escola acontecendo, as matrículas acontecendo, enfim, um início de ano um tanto agitado, mas agora está tudo mais calmo, tudo em dia, tudo organizado. Não sei ficar sem trabalho, concentro tudo, recebo críticas por isso. Dizem... "deixe que outras pessoas façam o trabalho", mas eu tenho que fazer, é minha natureza, concentro tudo, quero fazer tudo.
Ainda são 9:20 da manhã e já fiz tudo.
Vou arranjar outra coisa pra fazer agora.
Tenha um bom dia.
Leia Mais
De volta depois de meses ausente, não sei porquê. Talvez correria desta vida, talvez falta de inspiração, talvez eu esteja me sentino só... escrevo geralmente quando me sinto só. Uma solidão inspiradora, diga-se de passagem.
De volta depois de meses ausente, não sei porquê. Talvez correria desta vida, talvez falta de inspiração, talvez eu esteja me sentino só... escrevo geralmente quando me sinto só. Uma solidão inspiradora, diga-se de passagem.
Leia Mais
Todos os direitos reservados